Aeroespacial e Defesa

São Paulo é destaque na indústria Aeroespacial e Defesa na América Latina. O Estado concentra o maior polo aeroespacial da região, localizado na cidade de São José dos Campos. Entre as maiores fabricantes do mundo, a Embraer S.A. é a empresa-âncora desse cluster e, junto a outras companhias que atuam no setor, desenvolve em São Paulo seus processos e produtos para os segmentos de aviação comercial e executiva, além de soluções integradas para defesa, segurança e sistemas.

A economia paulista responde pela quase totalidade do setor aeroespacial brasileiro, evidenciando o caráter predominantemente paulista dessa indústria.

Em 2014, segundo dados da mais recente da Pesquisa Industrial Anual divulgada pelo IBGE, São Paulo respondeu por 92,6% das receitas líquidas de vendas e 94,6% do valor da transformação industrial do setor no Brasil.

Segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais 2015 (Rais) do Ministério do Trabalho, o Brasil conta com 82 estabelecimentos para a fabricação de aeronaves, dos quais 51 encontram-se instalados no Estado de São Paulo. Ainda de acordo com a Rais 2015, quanto ao mercado de trabalho, São Paulo responde por 95,6% dos empregos no setor.

O setor também é destaque nas exportações paulistas. São Paulo responde por 9 % das exportações da indústria aeronáutica brasileira. Além disso, as exportações nesse setor cresceram 9,1% em 2016 em relação a 2015, contra crescimento de 1,4% do valor total das exportações do Estado, refletindo a importância desse setor para economia estadual. Os principais países compradores no ano de 2016 foram Estados Unidos, China e Japão.

Embraer

Atendendo a mais de 90 companhias aéreas em 61 países, a Embraer se destaca como a terceira maior fabricante de jatos comerciais no mundo. Na aviação executiva, já entregou mais 850 jatos em 50 países. Com esses números, a Embraer se consolida entre as maiores forças mundialmente.

A companhia também atua na indústria de defesa, por meio da Embraer Defesa & Segurança. A subsidiária oferece uma linha completa de soluções integradas e aplicações de Comando e Controle (C4I); Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (ISR); radares e espaço.

No Brasil, a companhia possui unidades industriais com atividades de engenharia, desenvolvimento e fabricação em São José dos Campos (SP), Gavião Peixoto (SP) e Botucatu (SP), além de escritórios e unidades em Taubaté, Brasília, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Sorocaba e Campinas.

Com presença global, a Embraer ainda possui fábricas no exterior em Melbourne (EUA), Évora (Portugal) e Harbin (China). Além disso, tem escritórios e unidades nos Estados Unidos, no Reino Unido, na Irlanda, na Holanda, em Portugal, na França, nos Emirados Árabes Unidos, na China e em Singapura. Tal presença contribui para a Embraer ser a quinta maior empresa exportadora no Brasil.

Cluster Aeroespacial Brasileiro

O Cluster Aeroespacial Brasileiro é um Arranjo Produtivo Local sediado no Parque Tecnológico de São José dos Campos (PqTec). O cluster abriga mais de 100 companhias de diferentes regiões do país, promovendo a sinergia entre as empresas do setor aeroespacial brasileiro, bem como sua competividade nacional e internacional.

A Embraer é a empresa-âncora desse arranjo produtivo, e foi quem impulsionou a criação dessa cadeia produtiva aeronáutica. Vários benefícios são oferecidos aos participantes desse arranjo, como participação em feiras nacionais e internacionais, missões comerciais, rodada de negócios, formação de consórcios. Além disso, há programas visando a internacionalização, a capacitação e a obtenção de certificações.

Pesquisa e Desenvolvimento

Parque Tecnológico de São José dos Campos (PqTec)

Local com 188 mil m² voltado à produção científica e tecnológica aplicada. Conta com empresas de base tecnológica, Faculdade de Tecnologia (Fatec) e o Laboratório de Estruturas Leves do IPT.

O Parque oferece a empresas espaço físico e infraestrutura básica para abrigar suas instalações e pessoal. Oferece também serviços para capacitação da gestão e oportunidades de networking com outras empresas, instituições de pesquisa e agentes financiadores.

Possui contratos e convênios para parcerias e subsídios com Finep, APEX, ABDI, Sebrae, SDECTI/SP, BNDES. Além disso, possui acordos de cooperação firmados com os clusters aeroespaciais do Canadá, da Suécia, da Inglaterra, da Holanda, além de dois parques tecnológicos e instituições governamentais chinesas.

Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA)

Formação de profissionais de nível superior em especialidades voltadas à aviação. O instituto mantém cursos de graduação, especialização, extensão universitária e pós-graduação.

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)

Órgão do Ministério da Ciência e Tecnologia, que atua nos campos da ciência espacial e da atmosfera, aplicações espaciais, meteorologia, engenharia e tecnologia espacial.

Laboratório de Estruturas Leves (LEL)

Centro de pesquisas ligado ao Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) oferece inovações aplicadas ao processo de fabricação de peças e estruturas leves. O LEL tem como objetivo desenvolver novas soluções e tecnologia para a produção industrial.

Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (CTA)

Setor da Força Aérea Brasileira que coordena esforços nas áreas de tecnologia, ensino e atividades aeroespaciais.

Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE)

Promove atividades de pesquisa e desenvolvimento no campo aeroespacial, com ênfase nas áreas de materiais, foguetes de sondagem, sistemas bélicos, sistemas aeronáuticos, ciências atmosféricas, ensaios em voo e componentes aeroespaciais.

Instituto de Estudos Avançados (IEAv)

O IEAv atua em setores decisivos para a defesa nacional: espacial, cibernético e nuclear, promovendo pesquisas e o desenvolvimento de tecnologias, buscando o acesso ao espaço. Possui como linhas de pesquisa: aerotermodinâmica e hipersônica, geointeligência, lasers, óptica e aplicações, sensores, atuadores e dispositivos semicondutores para geração de energia, e tecnologia nuclear aplicada.

Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI)

O instituto responde pela certificação militar e espacial de produtos da indústria aeroespacial, programas de padronização, metrologia, qualidade industrial e de transferência de tecnologia, além de estar credenciado a fornecer às indústrias o certificado ISO 9000.

Instituto de Pesquisas e Ensaios em Voo (Ipev)

Execução de atividades de ensaios em voo, formação de pessoal e coordenação do quadro de tripulantes do CTA na capacitação e no desenvolvimento das missões de apoio administrativo.

Por que invesitr no setor aeroespacial e de defesa no Estado de São Paulo?

  • Estado é destaque nacional e internacional no setor;

  • Dispõe de modernos centros de estudo e pesquisa voltados ao setor aeroespacial;

  • Sede do Cluster Aeroespacial Brasileiro, com incubadoras de base tecnológica;

  • Presença de unidades de produção da Embraer e de outras empresas do setor;

  • Abriga os principais fornecedores de peças e serviços da América Latina.

Clique aqui para baixar arquivo em pdf com mais informações sobre o setor.

Fale Conosco

Nós convidamos você a descobrir por que o Estado de São Paulo é a escolha certa para seu negócio. A Investe São Paulo está sempre pronta para atendê-lo de forma rápida, eficaz e gratuita. Saiba como a Agência Paulista de Promoção de Investimentos pode assessorar seu projeto em Nossos Serviços ou entre em contato pelo Fale Conosco.