23/01/17 11h24

Representantes de empresas britânicas e brasileiras buscam caminhos para cidades inteligentes na Investe SP

Evento do Newton Fund reúne cerca de 70 pessoas para debater soluções urbanas com impactos sociais por meio de palestras e networking

Investe São Paulo
  • Download Francisco Rosa/ISP

    A ideia do workshop é promover a integração entre empresas britanicas e brasileiras que oferecem soluções tecnológicas para centros urbanos

  • Download Francisco Rosa/ISP

    "Estamos aqui para ajudá-los a se conectar", disse Costa durante a abertura

  • Download Francisco Rosa/ISP

    Palestras, pitchs das startups e espaços para networking fazem parte da programação

  • Download Francisco Rosa/ISP

    O evento foi realizado na sede da Investe SP

A Investe São Paulo recebe nesta segunda-feira, 23 em sua sede, cerca de 70 representantes de empresas brasileiras e britânicas que trabalham no desenvolvimento de soluções urbanas com impactos sociais e econômicos para um workshop. A Agência é ligada à secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação.

O evento é realizado pela Embaixada do Reino Unido por meio do Newton Fund e faz parte da programação de uma missão ao Brasil organizada pela instituição com 14 empresas britânicas do ramo. O mesmo workshop será realizado também em Belo Horizonte (MG).

O diretor da Investe SP, Sérgio Costa deu boas-vindas aos participantes, explicando o trabalho da Agência no atendimento gratuito a empresas que querem se estabelecer no Estado. “São Paulo é referência em inovação e desenvolvimento tecnológico no Brasil, e também é nosso papel ajudar nossos empreendedores a conectar-se com a inovação em outras partes do mundo”, afirma.

Os encontros entre britânicos e brasileiros terão como foco o planejamento inteligente de cidades, com análise de dados, tecnologia e inovação. Exemplo disso é o desenvolvimento de sistemas urbanos integrados, mobilidade inteligente (com sensores de sinais de trânsito, sensores de poluição) e gestão de água.

“O investimento em cidades inteligentes ganhou força nos últimos anos diante do atual cenário urbanístico mundial. Atualmente, 3,7 bilhões de pessoas vivem em cidades, número que chegará a 7 bilhões até 2050. O crescimento desordenado dos centros urbanos demanda um melhor planejamento, e, nesse contexto, Brasil e Reino Unido podem trabalhar juntos para criar soluções que enderecem os desafios econômicos, sociais e ambientais das cidades do futuro”, diz Wasim Mir, Chargé d´Affaires da Embaixada Britânica.

Entre as empresas britânicas que chegam ao Brasil estão a Digital Catapult e a Future Cities Catapult, centros com suporte governamental para o avanço de cidades inteligentes (smart cities) e inovação que reúnem empresas, universidades e líderes urbanos para tornar das cidades um melhor lugar para viver. Outros nomes que já confirmaram presença foram as empresas Advizzo (líder em soluções de mobilidade urbana) de serviços e Institute for Environmental Analytics (espec ialista em big data, internet das coisas e smart grids).

Essa missão faz parte do edital de inovação no valor de 4 milhões de libras do Newton Fund, aberto em novembro de 2016, parceria do Innovate UK e MDIC/BNDES/EMBRAPII. A competição é aberta a empresas interessadas em desenvolver soluções tecnológicas nas áreas de integração e governança de cidades, infraestrutura urbana, smart mobility e ambientes urbanos sustentáveis. O edital fica aberto até o dia 3 de maio.

Sobre o Newton Fund do governo do Reino Unido
O Newton Fund (Fundo Newton) é parte de um investimento do governo do Reino Unido de £735 milhões até 2021, em 16 países parceiros, com o objetivo de construir parcerias em ciência e inovação para apoiar o desenvolvimento econômico, bem-estar social e crescimento sustentável de longo prazo. O Newton Fund é administrado pelo Departamento de Negócios, Energia e Estratégia Industrial do Reino Unido, e entregue por meio de colaboradores que incluem: Research Councils UK, UK Academies, the British Council, Innovate UK e o UK Met Office. Acompanhe o Newton Fund pelo site oficial (www.newtonfund.ac.uk) ou pelo Twitter (@NewtonFund).