25/11/16 14h35

Investe SP e delegação chinesa de Shenzhen discutem comércio mútuo em seminário

Investe São Paulo
  • Download Leonardo Mastelini/ISP

    Lei ChunBo, gerente regional da BYD, apresentou a experiência de uma empresa chinesa com negócios em São Paulo

  • Download Leonardo Mastelini/ISP

    Ao todo, cerca de 70 pessoas participaram do seminário, entre representantes do Governo do Estado, de entidades diplomáticas, trading companies e empresas de ambos os países 

  • Download Leonardo Mastelini/ISP

    Ana Paula Fava, assessora especial para assuntos internacionais do Governo do Estado de São Paulo, discursou na abertura

  • Download Leonardo Mastelini/ISP

    A introdução do ambiente de negócios e inovação de Shenzhen foi feita por Lan Zhaohua, diretor-adjunto da divisão de promoção de investimentos da Invest Shenzhen

  • Download Leonardo Mastelini/ISP

    Regina Silvério, gerente geral de negócios da Investe São Paulo, deu boas vindas aos convidados e destacou a importância da Agência na aplicação de investimentos no Estado

  • Download Isabela Pauzer/ISP

    Reunião entre a delegação chinesa de Shenzhen e a Investe São Paulo aproximou o contato entre as duas localidades 

  • Download Leonardo Mastelini/ISP

    Thiago Messena, analista de investimentos da Investe São Paulo, destacou a estrutura do Estado nos setores de ciência, tecnologia e inovação

Nesta quinta-feira, 24 de novembro, a Investe São Paulo recebeu em sua sede autoridades da cidade de Shenzhen, da China. O encontro teve como objetivo debater formas de expansão econômico-comercial entre os as duas regiões e procurou estreitar a relação profissional entre os participantes.

O evento, dividido em duas etapas, começou com uma reunião conduzida por Ana Paula Fava, assessora especial para assuntos internacionais do Governo do Estado. Representada por Laura Barbosa e Rafael Murgi, a equipe da Investe São Paulo apresentou suas atividades e a iniciativa exportadora "SP Export", programa responsável por incentivar o comércio internacional entre empresários paulistas.

Em seguida, o auditório da Agência recebeu cerca de 70 pessoas para participar de um seminário a respeito do potencial de investimentos entre Shenzhen e o Estado de São Paulo. Representantes do Governo do Estado, de entidades diplomáticas, trading companies e empresas de ambos os países se reuniram para compartilhar características econômicas e experiências bilaterais de sucesso.

“Shenzhen está atenta à política de investimentos de Geraldo Alckmin”, disse o Cônsul-Geral da República Popular da China em São Paulo, Song Yang, em seu discurso de abertura. “A China está ao lado do Brasil, mas principalmente de São Paulo”, concluiu.

O analista de investimentos da Investe São Paulo, Thiago Messena, destacou a estrutura do Estado nos setores de ciência, tecnologia e inovação. A presença de conceituadas universidades, núcleos de pesquisa e laboratórios de reconhecimento internacional contribuem para a atração de empresas estrangeiras. “É com esse pano de fundo que a Investe São Paulo oferece uma série de serviços gratuitos”, explicou.

Esse foi o caso da fabricante de ônibus elétricos BYD, que se atraiu pelo Estado e instalou uma unidade produtiva em Campinas, em maio de 2015, apoiada pela Investe São Paulo. O gerente regional da empresa, Lei ChunBo, apresentou no seminário a experiência de uma empresa chinesa com negócios no Estado e revelou o crescimento no faturamento após a iniciativa.

Além do seminário, o espaço foi reservado para networking e troca de conhecimentos entre empresários.

Sobre Shenzhen

Considerada uma das cidades mais inovadoras da Ásia, Shenzhen é também um dos principais centros financeiros, urbanos, culturais e administrativos da China atual. Segundo Lan Zhaohua, diretor da Invest Shenzhen, a taxa de crescimento econômico ultrapassou 9000% nos últimos 30 anos. A população, por sua vez, abrange 90% de pessoas em idade produtiva, entre os mais de 10 milhões de habitantes.

À cidade, a gerente geral de negócios da Investe São Paulo, Regina Silvério, garantiu: “Estamos à disposição para novos projetos”.